FAQ´s
tem@teandm.pt

HVOF - High Velocity Oxi-Fuel

Revestimentos espessos

Projecção Térmica

Processo que assenta na combustão contínua de oxigénio com um combustível. Os gases entram em combustão numa câmara, sendo a matéria-prima, em forma de pó, injectada axialmente no fluxo através de um gás inerte, geralmente azoto.
As pressões elevadas dos gases associadas a geometrias especialmente desenvolvidas para promover aceleração dos mesmos, permitem que o material de revestimento atinja velocidades na ordem dos 300m/s com uma velocidade dos gases de 2140m/s.
Este processo destina-se especialmente à execução de revestimentos antidesgaste de elevada qualidade, caracterizados por alta dureza (na ordem dos 1.200HV), baixa porosidade (0,5-1%) e alto índice de adesão ao substrato (>80MPa). As espessuras típicas destas aplicações variam entre 50 e 400μm.

Cermetos:

WC/Co; WC/Co-Cr; WC/Ni; WC/NiCr; WC/NiCrBSiFe; Cr2C3/NiCr.

  • Forma da matéria prima: pó. 
  • Caudal típico da matéria prima: 2,5 a 3,0 Kg/h. 
  • Velocidade típica dos gases: 2000 m/s. 
  • Velocidade Típica das partículas: 300 m/s. 
  • Fonte de energia: combustão de oxigénio com propano ou com hidrogénio.
  • Temperatura da fonte de energia: 3000 ºC. 
  • Tensões de adesão típicas: >80 MPa. 
  • Porosidade típica: 0,5 a 1 %. 
  • Espessura típica dos revestimentos: 100 a 500 µm.
Objectivos

Adaptar e melhorar as superfícies para as solicitações a que vão estar submetidas, proporcionando-lhes características de:

  • Resistência ao desgaste (por abrasão, erosão e atrito);
  • Resistência à corrosão e à oxidação;
  • Condutibilidade ou isolamento eléctrico, térmico ou magnético;
  • Ópticas;
  • Biocompatibilidade.
Benefícios para o Cliente
  • Maior longevidade dos componentes;
  • Redução de custos;
  • Redução de tempos de paragem/manutenção;
  • Aumento da produtividade global;
  • Melhor qualidade do produto final.

 

back to top